terça, 10 abril 2018
| comunicacao |
308 Visualizações

5 razões pelas quais os seus rankings do Google não estão a melhorar

Com as mudanças constantes nos algoritmos dos motores de pesquisa e nos critérios utilizados para classificar os sites, a otimização para motores de pesquisa (SEO) está a ficar mais desafiante.

Na luta por classificações mais altas nos resultados de pesquisa, os especialistas tentam compreender todos os fatores que os robots do Google têm em conta, adaptando, assim, as suas estratégias de SEO.

 

Neste artigo, abordamos alguns dos erros mais básicos que podem estar a afetar o ranking do Google do seu website.

 

Indexação no Google

 

Em primeiro lugar, deve verificar se o seu site foi indexado pelo Google ou não. É aí que o processo de classificação começa. Mecanismos de pesquisa como o Google “organizam” biliões de websites numa biblioteca chamada "index".

 

Por norma, a indexação não é um problema porque os robots do Google estão constantemente à procura de novos sites. O problema começa quando o seu site não está indexado por alguma razão. Para verificar se o seu site está indexado, pode utilizar a ferramenta Webmasters tools da Google.

 

Se a resposta for negativa, deve enviar o seu sitemap para a Google para acelerar o processo de indexação.

 

Bom Conteúdo

 

Um fator que temos a certeza que o Google tem em consideração é o conteúdo. Conteúdo relevante e de qualidade é beneficiado pelo Google. Não adianta ter muitos vídeos de gatos para obter mais visualizações se o seu site ou blog é sobre outro assunto. O Google dá muita importância à experiência de utilizador e se considera que o seu site não tem isso em conta, vai prejudicá-lo.

 

Otimização para mobile

 

Se o seu website não está otimizado para dispositivos móveis, o Google está certamente a prejudicá-lo. O Google beneficia no posicionamento nos resultados os sites responsivos. Além disso, os smartphones têm um algoritmo de pesquisa separado, o que significa que sites bem colocados no ranking de pesquisas realizadas num PC podem não ter a mesma posição em pesquisas realizadas em smartphones. Hoje em dia, a Google penaliza mesmo sites que não sejam mobile-friendly.

 

O Google recomenda um padrão de design responsivo, uma vez que proporciona uma melhor experiência de utilizador e a longo prazo pode ajudá-lo a angariar mais clientes.

 

Otimização das meta tags

 

Os motores de busca utilizam metadados para saber qual o conteúdo dos sites e usam-nos como referência para gerar resultados às pesquisas.

Cada página do seu site tem os seus próprios metadados, que podem ser otimizados para melhorar o ranking no Google. Há diversas meta tags, cada uma com uma com funções e finalidades diferentes, sendo as mais populares e utilizadas a description, keywords e title.



Pesquisa local

 

Nem todas as empresas se lembram de configurar a pesquisa local mas é muito importante. Quando alguém pesquisa pela sua empresa no Google, o nome da sua empresa deve aparecer juntamente com outras empresas locais. Para isso, precisa de criar um perfil do Google My Business.

 

O Google My Business é uma ferramenta grátis que permite gerir a presença digital das empresas e organizações no Google, desde as pesquisas aos Mapas.

 

O Google My Business tem muitas funcionalidades que permitem às empresas uma gestão eficiente da sua presença online, nomeadamente: verificar as informações do negócio; gerir críticas de clientes; atualizar a morada e horário de funcionamento; publicar fotos da empresa.

Partilhar este artigo