obrigado!
entraremos em contacto consigo brevemente
Vender no Snapchat: a rede social quer entrar na corrida do marketing

Cada vez mais se assiste a uma integração do comércio eletrónico nas redes sociais.

O Facebook e o Instagram já permitem que as marcas vendam diretamente através da app, com recurso a catálogos de produtos. Agora, é a vez do Snapchat se juntar à corrida. A rede social de Evan Spiegel já tinha lançado recentemente a Snap Store dentro da secção Discover da app, onde vende merchandising relacionado com o Snap.

Esta nova funcionalidade vem no seguimento do novo objetivo da rede social se posicionar como um veículo para as marcas chegarem ao público num meio que combina experiências comerciais e sociais.

Recentemente, o Snapchat e a Jordan Brand da Nike protagonizaram uma parceria comercial de proporções megalómanas ao fazer o pré-lançamento do novo modelo Air Jordan III "Tinker" no Snapchat com entrega no mesmo dia após o jogo NBA All-Star.

Esta foi a primeira vez que uma marca vendeu um produto através do Snapchat. Os presentes num evento da Jordan Brand que decorreu após o grande jogo, puderam utilizar as câmeras dos seus telemóveis para digitalizar um código exclusivo que os direcionava para o Snapchat, onde podiam adquirir os novos ténis, cuja data de lançamento oficial é apenas a 24 de março.

Mas como funciona a compra através do Snapchat?  Tudo é possível graças a uma integração com o Shopify. As sapatilhas foram entregues aos clientes no mesmo dia através de uma nova empresa start-up de entregas chamada Darkhorse.

Esta foi uma excelente iniciativa da Nike, que quis assinalar o 30º aniversário do slam dunk de Michael Jordan em 1988, provavelmente o “afundanço” mais famoso da história da NBA. Para o Snapchat foi também uma primeira experiência muito bem sucedida, provando que as redes sociais podem ter um papel ativo no comércio eletrónico.

+351 226 092 388
Phone
+351 226 092 388
Whatsapp
Chat