obrigado!
entraremos em contacto consigo brevemente
O 5G está a chegar, o que é que isto significa para os consumidores?

Se é amante de tecnologia, com certeza já ouviu falar da chegada anunciada do 5G. Nos últimos meses, têm sido vários os desenvolvimentos e notícias sobre a próxima geração de redes móveis e as suas potencialidades e desafios.

No entanto, sabe realmente o que é o 5G e porque é que poderá ser importante para si? Nós explicamos.

As redes 5G são a próxima geração de conectividade de internet móvel, que oferecem maior velocidade - uma velocidade média de download de cerca de 1GB por segundo - e conexões mais confiáveis em smartphones e outros dispositivos móveis.

Com os desenvolvimentos recentes e vários programas de testes já espalhados pelo mundo, espera-se que as redes 5G sejam lançadas mundialmente até 2020, trabalhando em conjunto com as tecnologias 3G e 4G existentes para fornecer ligações mais rápidas que permanecem online, onde quer que esteja.

Mas o que torna o 5G tão revolucionário?

Ações simples como descarregar um filme pode passar de demorar largos minutos para 25 segundos. Planos mais complexos como a circulação em grande escala de carros completamente autónomos podem tornar-se realidade com a chegada do 5G, uma vez que uma ligação rápida e estável é essencial para o funcionamento destes veículos.

Por outro lado, a quinta geração de redes móveis terá mais capacidade para responder às necessidades da chamada “Internet das coisas”, que começa a lotar as redes de que dispomos atualmente.

No entanto, este tema não é isento de polémica. O Governo belga cancelou recentemente os projetos que tornariam Bruxelas a primeira cidade a ter esta tecnologia em 2020, alegando que o nível de radiação emitido pelas antenas ultrapassaria os limites legais no país.

Em termos de segurança, o 5G também ainda não convence os especialistas. As redes atuais têm de ser pensadas para resistir a ataques cibernéticos. No entanto,  Donald Trump removeu um requisito imposto pela administração de Barack Obama que decretava que as redes 5G deveriam ser projetadas para resistir a ataques cibernéticos. Por outro lado, a empresa chinesa Huawei, uma das maiores potências tecnológicas envolvidas no desenvolvimento do 5G, tem sido alvo de críticas dado algumas falhas de segurança no seu software.

O facto de estar sediada na China também não descansa os especialistas em segurança, uma vez que o governo chinês tem desde 2017 uma lei que permite aceder aos registos em nome da segurança nacional e até mesmo assumir o controlo de empresas sediadas no país.

Precisamos do 5G? Que perigos acarta para a saúde dos cidadãos? Tem os níveis de segurança adequados? Neste momento as respostas são escassas. O que é certo é que a chegada do 5G significa um enorme passo no desenvolvimento tecnológico e irá permitir avanços tecnológicos sem precedentes. A questão para a sociedade e para o consumidor, é a que custo?

+351 226 092 388
Phone
+351 226 092 388
Whatsapp
Chat