obrigado!
entraremos em contacto consigo brevemente
IGTV e Youtube: diferenças e afinidades das duas plataformas

Passou pouco mais de um mês desde que o Instagram lançou a sua própria plataforma de partilha de vídeo. Por esta altura, a maioria dos produtores de conteúdo já terá experimentado a nova funcionalidade ou, pelo menos, consumido algum conteúdo produzido por terceiros.

A grande novidade que entusiasmou muitas pessoas foi a possibilidade de partilhar vídeos mais longos - no caso, uma hora -, concorrendo com o Youtube. No entanto, apesar de demonstrarem algumas afinidades, as duas plataformas têm propostas diferentes, que iremos abordar de seguida.

Plataformas

Em primeiro lugar, tanto a IGTV como o Youtube possuem aplicações próprias para Android e iOS. A aplicação móvel do Youtube é uma adaptação da versão de desktop, tendo todas as funcionalidades que o website possui. Já a IGTV, pode ser acedida através do Instagram mas também possui uma aplicação independente, permitindo ambas as plataformas a publicação e visualização de vídeos.

No entanto, a grande diferença entre as duas está no facto de a IGTV ter um feed exclusivo da aplicação, não sendo possível consumir vídeos carregados num computador.

Tempo limite de acesso

Na IGTV, o utilizador comum pode fazer o upload de vídeos até 10 minutos e as contas certificadas de até 60 minutos. Já no YouTube, a duração máxima de um vídeo de utilizador padrão é de 15 minutos e 12 horas para contas certificadas.

Anúncios

O Youtube oferece algumas opções de monetização, principalmente por meio de publicidade durante os vídeos publicados, entre outros. Já a aplicação do Instagram não possui monetização e o CEO, Kevin Systrom, referiu durante o lançamento da IGTV que não há pressa em incluir publicidade na app, mas no entanto, a possibilidade não foi totalmente colocada de parte.

Formato

O Youtube aceita vídeos filmados em formato vertical e horizontal. Porém, como foi desenhada para dispositivos móveis, a IGTV só permite vídeos em formato vertical e numa proporção mínima de 4:5 e máxima de 9:16.

Esta é uma aposta muito interessante do Instagram, uma vez que atualmente os vídeos em formato vertical são muito mais consumidos do que os em formato horizontal. Assim, os produtores de conteúdo entregam o  conteúdo já na forma em que vai ser consumido, evitando as barras laterais pretas que incomodam tantos utilizadores que consomem vídeo na internet.

Tudo numa só aplicação

O Youtube mantém-se fiel à sua génese de repositório  de vídeos. Apesar de hoje em dia permitir mais interação entre utilizadores, partilha noutras redes sociais, entre outros, continua a ser uma plataforma bastante fiel ao seu princípio. Por sua vez, o instagram começou por ser uma plataforma para partilha de fotos, sendo em 2018 uma plataforma polivalente que tem o seu próprio chat e o formato de “stories” que praticamente destronou o Snapchat. Assim, a IGTV é mais um passo no sentido de ter vários formatos de conteúdo concentrados numa só aplicação, tornando-o numa das aplicações mais completas atualmente.

Para concluir, apesar das semelhanças, o YouTube e IGTV têm propostas bastante diferentes. O YouTube é uma plataforma muito mais madura e a referência para conteúdos de vídeo, mas que ainda está “presa” ao desktop e repleta de opções e funcionalidades. A IGTV está totalmente focada no smartphone, a ferramenta central do nosso dia-a-dia.

Só o tempo dirá se a IGTV terá o sucesso esperado, ultrapassando outras plataformas, como o YouTube.

+351 226 092 388
Phone
+351 226 092 388
Whatsapp
Chat